terça-feira, 9 de junho de 2009

Embrapa Algodão atuará em territórios da cidadania da PB

A Embrapa Algodão está se preparando para atuar de forma mais proativa nos seis Territórios da Cidadania reconhecidos pelo Ministério do Desenvolvimento no Estado da Paraíba. “Entendemos que a participação da Embrapa no Programa Territórios da Cidadania é mais uma oportunidade que a empresa tem de enxergar as demandas vindas da sociedade”, diz Marenilson Batista, Delegado Federal do MDA na Paraíba. Ele deu palestra para pesquisadores e demais servidores da estatal em Campina Grande, na segunda-feira, dia 18.

Batista diz que a previsão é de que em 2009 sejam investidos na Paraíba cerca de R$ 1,2 bilhão, numa articulação que envolve 18 ministérios. Ele citou como exemplo de ação do programa a implantação na cidade de Arara de um Centro de Vivência em Agricultura Familiar. Segundo o delegado do MDA, o programa também está investindo na recuperação dos serviços da assistência técnica e extensão rural, tendo investido nos último anos na EMATER-PB quase R$ 10 milhões. “Nosso esforço é para que os poderes públicos compreendam a importância estratégica do desenvolvimento territorial, não apenas em agricultura, mas no conjunto de ações para a promoção da cidadania, como saúde, educação, estrutura etc.”, diz. Embrapa Algodão e outras unidades da estatal estão ofertando ações demandas do programa. No caso específico da Paraíba, temos oferecido ações com os sistemas de e com as culturas que pesquisamos especialmente algodão orgânico, mamona, sisal, gergelim e amendoim”, diz Nair Helena Arriel, chefa adjunta de Comunicação e Negócios da empresa. “Na verdade a Embrapa já atuava nos territórios, mas sem a concepção que o MDA vem tentando implantar na região”, diz Napoleão Beltrão, chefe geral da estatal na Paraíba.

Os Territórios

A Paraíba possui seis territórios da cidadania consolidados e mais um rural. O primeiro deles é o território Curimataú, que deverá ser beneficiado com R$ 53.967.238,09, num total de 51 ações, numa área de 3.264,50 Km², composta por 10 municípios: Baraúna, Barra de Santa Rosa, Cacimba de Dentro, Cuité, Damião, Frei Martinho, Nova Floresta, Nova Palmeira, Picuí e Sossêgo. A população total do território é de 96.732 habitantes, dos quais 38.142 vivem na área rural, o que corresponde a 39,43% do total. Possui 10.892 agricultores familiares, 678 famílias assentadas. Seu IDH médio é 0,58.

Outro território é o do Médio Sertão, que deve receber esse ano R$ 134.463.335,37 em 51 ações já definidas. O Território da Cidadania Médio Sertão abrange uma área de 6.037,70 Km² e é composto pelos municípios de Areia de Baraúnas, Cacimba de Areia, Cacimbas, Catingueira, Condado, Desterro, Imaculada, Junco do Seridó, Mãe d`Água, Malta, Maturéia, Passagem, Patos, Quixabá, Salgadinho, Santa Luzia, Santa Teresinha, São José de Espinharas, São José do Bonfim, São José do Sabugi, São Mamede, Teixeira, Várzea e Vista Serrana.A população total do território é de 226.791 habitantes, dos quais 59.039 vivem na área rural, o que corresponde a 26,03% do total. Possui 7.453 agricultores familiares, 898 famílias assentadas e 3 comunidades quilombolas. Seu IDH médio é 0,63. Já o Território da Cidadania Zona Da Mata Sul terá recursos na ordem de R$ 479.789.819,83, com 49 ações pré-estabelecidas. Abrange uma área de 1.877,90 Km² e é composto por 13 municípios: Alhandra, Bayeux, Caaporã, Caldas Brandão, Conde, Itabaiana, João Pessoa, Juripiranga, Pedras de Fogo, Pilar, Pitimbu, São José dos Ramos e São Miguel de Taipu.A população total do território é de 923.486 habitantes, dos quais 54.902 vivem na área rural, o que corresponde a 5,95% do total. Possui 6.449 agricultores familiares, 2.709 famílias assentadas e 4 comunidades quilombolas. Seu IDH médio é 0,74. Os municípios de Baía da Traição, Capim, Cruz do Espírito Santo, Cuité de Mamanguape, Curral de Cima, Itapororoca, Jacaraú, Lucena, Mamanguape, Marcação, Mari, Mataraca, Pedro Régis, Riachão do Poço, Rio Tinto, Santa Rita, Sapé, Sobrado e Cabedelo compõem o Território da Cidadania Zona Da Mata Norte , com uma área de 3.647,30 Km². A população total do território é de 411.330 habitantes, dos quais 104.039 vivem na área rural, o que corresponde a 25,29% do total. Possui 8.258 agricultores familiares, 2.356 famílias assentadas e 3 terras indígenas. Seu IDH médio é 0,62. Total para este território: R$ 197.846.766,02 O Território da Cidadania Cariri Ocidental abrange uma área de 7.075,10 Km² e é composto por 17 municípios: Amparo, Assunção, Camalaú, Congo, Coxixola, Livramento, Monteiro, Ouro Velho, Parari, Prata, São João do Tigre, São José dos Cordeiros, São Sebastião do Umbuzeiro, Serra Branca, Sumé, Taperoá e Zabelê. A população total do território é de 119.430 habitantes, dos quais 47.429 vivem na área rural, o que corresponde a 39,71% do total. Possui 8.873 agricultores familiares, 869 famílias assentadas e 3 comunidades quilombolas. Seu IDH médio é 0,61. O site do programa não informa o total de investimentos para esse território.
Fonte:Paraiba

Nenhum comentário: