quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Pedra do sino: gravuras rupestres e sons semelhantes ao barulho de um sino

Localizada no Assentamento Oziel Alves, a 3 km da cidade de São José de Espinharas, a Pedra do Sino é a mais nova descoberta turística do município de São José de Espinharas, sertão paraibano. Descoberta por populares e batizada de a Pedra do Sino, esse local ainda é pouco conhecido em nosso município, apenas 5 % da população. A Pedra do Sino ou as pedras do sino-já que são mais de uma-são rochas de formação ígnea que apresentam cortes ovais e porosidade em torno de sua formação. Além disso, as rochas estão grafadas com desenhos rupestres, provavelmente sendo de autoria de algumas tribos indígenas que habitaram o nosso município há anos. 
A Pedra do Sino recebeu esse nome porque a acústica de seu som se assemelha ao barulho de um sino. ”Nunca tinha escutado algo tão parecido com o som dos sinos das igrejas”, disse Agnelo ,divulgador de imagens e sons da Pedra na Internet. Outra pessoa que se encantou com o som da pedra e as grafias rupestres foi o biólogo Claudio Moreno que comentou:” Acredito que esse local a partir de agora seja objeto de estudo tanto por biólogos quanto por geólogos e arqueólogos, já que , no local, há sinais de desenhos rupestres, rochas esculpidas e outros sinais como formatos geométricos que certamente foram deixados por tribos indígenas”, frisou ele. Claudio ainda fez um apelo as autoridades competentes que preservem o local ,pois há sinais de invasão e destruição de humanos que podem dificultar estudos que porventura venham a ser feitos no local.
                          Texto:Claudio Moreno(Biólogo)  Junior Santos Fonte: Redação

Nenhum comentário: