quinta-feira, 12 de abril de 2012

Professores de São José de Espinharas farão manifestação nesta sexta-feira

Indignados como congelamento e redução de seus salários, os professores municipais de São José de Espinharas irão participar na tarde dessa sexta-feira, 13, de uma manifestação pública na sede do município e em seguida participarão da sessão da Câmara Municipal, para pedir o apoio dos 9 vereadores, no sentido do prefeito cumprir o que determina a lei do Magistério Público Municipal, como também o projeto de lei 14/2012, enviado pelo executivo, concedendo aumento salarial aos mesmos.

Para o presidente do SINFEMP, José Gonçalves, o que o prefeito Ricardo Wanderley fez significa um retrocesso, congelando salários, reduzindo salários de professores que trabalham há mais de 15 anos no município.

O sindicalista adiantou que o setor jurídico do sindicato vai entrar com todas as ações necessárias contra a Prefeitura, além de uma ação por improbidade administrativa contra o prefeito, que pegou e utilizou recursos do FUNDEB que era para fazer o rateio e pagou 1/3 de férias aos servidores referentes ao ano de 2010, de forma indevida.

Os professores podem ainda decidir por greve por tempo indeterminado no município, depois da assembleia que será realizada nessa sexta-feira.

“Os professores que tem apenas o Magistério foram os mais prejudicados, pois ficaram sem aumento e alguns tiveram os seus salários reduzidos, infringindo a lei 11.738/2008 que trata do Piso Nacional dos Professores, descumprida frontalmente pelo gestor municipal”, disse Gonçalves.

O SINFEMP pretende divulgar ainda os nomes dos vereadores que ficarem contra os professores e a favor da redução e congelamento de salários dos mesmos.

O sindicalista espera que todos os vereadores compareçam a sessão desta sexta-feira para que se possa fazer cumprir o que os mesmos aprovaram na sessão anterior.

Fonte:Parlamento PB de João Pessoa

Nenhum comentário: