sexta-feira, 25 de abril de 2014

Jovens mortos em acidente na PB são velados e sepultados

Dois irmãos que morreram em um acidente no interior da Paraíba são velados em uma central de velórios do bairro de Jaguaribe, em João Pessoa, e serão sepultados no final da tarde desta sexta-feira (25), no cemitério do Cristo Redentor, na Zona Sul da Capital. O terceiro jovem que morreu na mesma tragédia é velado e sepultado na cidade de Juru, onde moram a maior parte dos familiares.

João Paulo Ramos de Oliveira, 24 anos, Rafaela Tainá de Oliveira, 19 anos e Nicolas Cesar de Oliveira, 15 anos, morreram após o carro que eles conduziam pela PB-306, estrada que fica entre Juru e Água Branca, a cerca de 400 km de João Pessoa, bateu de frente com um caminhão pipa.

Em João Pessoa, parentes explicaram os motivos da viagem dos três e relataram ainda que não sabem o que pode ter provocado o acidente. Segundo os relatos de familiares, o pai dos dois irmãos chegou ao local da colisão pouco depois do acidente e ainda viu os corpos dos filhos sendo retirados pelas equipes do Corpo de Bombeiros.
O acidente aconteceu na localidade conhecida como ‘Ladeira da Ponte de Deoclécio’, entre as cidades de Juru e Água Branca, a cerca de 400 km de João Pessoa, no Sertão da Paraíba. Dois dos jovens eram namorados, eles morreram na hora após ficarem presos nas ferragens. Já o irmão da jovem ainda foi socorrido, mas morreu dentro de uma ambulância do Samu, conforme disse o coordenador da unidade da cidade de Princesa Isabel, Leonardo Campos.

Segundo informações da Companhia de Polícia Militar em Princesa Isabel, os jovens viajavam com destino a cidade de João Pessoa - onde residiam - quando o carro em que eles vinham se chocou frontalmente com um caminhão pipa. As vítimas moravam no bairro de Valentina Figueiredo, Zona Sul de João Pessoa.

"A primeira informação foi de que o Gol Prata onde vinham os jovens teria invadido a faixa contrária e bateu de frente com o caminhão. O casal de namorados – que estava no banco da frente - morreu na hora, preso às ferragens”, disse o cabo Queiroz.

Morreram na hora João Paulo Ramos de Oliveira, 24 anos, e Rafaela Tainá de Oliveira, 19 anos. Nicolas Cesar de Oliveira, 15 anos, veio a óbito dentro de uma Unidade de Suporte de Avançado do Samu quando era removido para o Hospital Regional de Patos.

João Paulo era estudante do curso de Informática e Rafaela fazia Administração e trabalhava na empresa Compel. Os corpos foram levados para o Núcleo de Medicina Legal da cidade de Patos.

Portal Correio

Nenhum comentário: